Arquivo da categoria: Uncategorized

O silencio dos nossos heróis…

Com o surgimento do pensamento capitalista, o mundo viu surgir uma serie de defensores dos direitos dos menos favorecidos. Historiadores, sociólogos, e todas as pessoas comprometidas com o bem-estar do ser humano abraçaram a idéia. A idéia, acredito, seria a de criar um pensamento que rebatesse o peso do capitalismo e, que mostrasse ao mundo que o capital e o pensamento dos capitalistas nada favorecia aos povos e sim a um pequeno grupo de homens privilegiados.

Após a consolidação do sistema capitalista, o mundo passou a ser palco de diversos confrontos ideológicos, pessoas iam e vinham com novas teorias para resolver os problemas da sociedade, para reduzir a diferença existente entre a base e o topo da pirâmide social, isso levou ao pensamento comunista e socialista, que trouxe consigo pessoas aparentemente preocupadas com o resto do mundo. Aparentemente!

Caiu o muro, o pensamento norte-americano prevaleceu, e os nossos heróis se calaram. Mas não foi um silencio por não ter o que falar, foi um silencio pelas conveniências que o sistema capitalista nos deu. O pensamento do neo-liberal aliciou os nossos pensadores, deu um cala-te boca, garantiu-lhes que, individualmente, pudessem viver sem maiores problemas.

Os nossos historiadores, sociólogos e Cia, foram calados junto com o comunismo e o socialismo, hoje fazem coro ao lado dos capitalistas contra Cuba, contra tudo que represente a igualdade entre os povos. Fazem coro contra uma política de paternalismo, errada, porém necessária num mundo onde os menos favorecidos nunca tiveram vez. Fazem coro por um pensamento globalizado, onde ao mesmo tempo que soa moderno, age de forma tão retrograda quanto aos primeiros capitalistas. Estamos num momento delicado, pois aqueles que nos defendiam passaram para o outro lado, e os necessitados esperam daqueles que os usurpam, a solução dos seus problemas.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Para pensar….

 

Uma democracia não pode ser confundida com libertinagem partidária, afinal de contas,  os partidos políticos são produtos da vaidade humana, nada tem a ver com um projeto de país, de governo ou posição ideológica, e sustento o que estou falando, basta verificar com quem se aliam …..

Assistimos ao horário político para entender o processo e poder escolher o candidato (a)  que melhor nos represente, que coincida com a nossa visão de política e sociedade,porém, no final do horário político ficamos mais confusos ainda, pois aquele que diz defender uma determinada classe, junta-se com o suposto opositor para formar uma “aliança”, veja bem, aliança. Impossível acreditar, por exemplo, que o PPS seja um partido voltado para as causas do povo, pois não é de hoje que compõem a chapa PSDB-DEM(ex PFL), partidos estes que sempre firmaram compromissos com as causas empresariais. Não se engane, independente da sigla, a Social Democracia Brasileira nem de longe representa o pensamento de transição para uma sociedade socialista, aqui se uniu aos seus antigos inimigos, os remanescentes do Regime Militar, e formaram um bloco uníssono no congresso, tais como:  Jose Agripino, Marco Maciel, e toda a trupe do antigo PDS, sem contar Paulo Maluf. São estas pessoas que compõem com a Social Democracia Brasileira o projeto político democrático do Brasil.

Não se deixe ser enganado pelas propagandas partidárias de pessoas sorrindo, de prédios coloridos, de escolas que funcione e saúde no lugar, não aceite o resíduo do capital, pois é assim que a elite burocrática, legalmente possuidora do poder, trata os menos favorecidos. Faça valer o seu voto, vote em quem tem compromisso com o projeto que se propôs a realizar, compromisso com o povo e, que para o povo tenha trabalhado. Não vote em quem não respeita sua inteligência, aliando-se com a pessoa que você não queria no poder, seja consciente, use seu voto para decidir o rumo do seu país.

Pense, quanto menos Partidos Político melhor, afinal de contas, não adianta montar um partido e se aliar com outro de programa de governo diferente, se é para no final formar um bloco com o mesmo pensamento, que se fundam e forme um só partido.

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized