Uma Cultura diferente…

“Desiludido está o que tem que marchar para viver uma cultura diferente…” – Trecho da música Solo le pido a Dios, cantada por Mercedes Sosa.

Quem não lembra de Anos Incríveis?  Tintin? Glub Glub? Pois é, esta Cultura ficou no passado…

Criada pelo magnata das comunicações Assis Chateaubriand, a TV Cultura tinha como objetivo principal ser uma TV educativa. Posteriormente foi vendida ao governo do Estado de São Paulo que, na época do Regime Militar, cria a Fundação Padre Anchieta e “transfere” a administração da emissora.

Hoje a TV Cultura não passa de uma caricatura do que pretendia Assis Chateaubriand, as mudanças feitas pelo atual e perpétuo governo do Estado de São Paulo deram à emissora uma cara mercadológica que distancia do caminho a ser seguido. Mas o que entristece não são as mudanças, mas os fatos que geraram as mudanças.

Programa Roda Viva

O Programa Roda Viva é histórico na televisão brasileira, entrevistou diversas personalidades do mundo artístico, político e científico, sempre foi acompanhado por pessoas que valorizam a imparcialidade e a diversidade de opiniões, esta era a proposta do programa. Hoje quem comanda o programa é a Marília Gabriela que não representa a imparcialidade e não fala para os telespectadores tradicionais do Roda Viva.

As mudanças

Heródoto Barbeiro, jornalista, com bastante tempo de casa, foi tirado do programa porque indagou o então Governador Jose Serra acerca dos pedágios.

Paulo Markun, jornalista, com 28 anos de casa, foi demitido por não ser a favor do modelo (Futura) de TV proposta pelo governo do Estado de São Paulo que até os dias de hoje tem na TV Cultura e na cultura uma coisa supérflua.

Luis Nassif, jornalista, considerado um dos melhores jornalistas de economia, tem passagem por grandes jornais do país, não teve o seu contrato renovado com a TV Cultura, pelo mesmo motivo dos demais acima. Divergir do Governo do Estado de São Paulo.

Julio Medaglia, formado em regência na Alemanha, estava na TV Cultura há 24 anos, comandava o único programa de música Clássica da TV aberta, o Prelúdio, ao contrário dos demais, foi demitido por não fazer mais o perfil da emissora, como o mesmo diz: “querem transformar a Cultura num Discovery Chanel. Eles não precisam mais de mim”.

A nossa TV Cultura está perdendo a identidade, aos poucos irão transformá-la numa TV distante da sociedade até que seja totalmente modificada e vendida, como este governo sempre faz com o que é público.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Politica e Sociedade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s